RKF Blog

13 AGO 2019 icone comentários0 Comentário
 | Blog

Grupo gerador de energia.

Pensando na eficiência e produção de diversas empresas podemos identificar a necessidade de utilização de fontes de energia alternativas.

Essas fontes de energia alternativas têm diversas funções, sendo entre ela as seguintes:

- Manter a empresa em produção em situações de falta de energia curtas, prolongadas ou blackouts;

- Fornece energia para canteiros de obra onde não existe rede elétrica disponível;

- Substituir o fornecimento de energia da concessionária elétrica nos horários de ponta com a finalidade de economizar nas tarifas de energia elétrica.

Eles podem ser usados em industrias, hospitais, supermercados, bancos, hotéis, salão de festas, shows, entre outros. Podendo alimentar todos os setores ou somente nas mais essências, como por exemplo, TI das empresas, UTI´s em hospitais, e na indústria em processos que não podem ser interrompidos sob risco de perca de matéria prima ou do maquinário de produção.

 

O que é um grupo gerador e como ele funciona?

 

Um gerador não gera energia elétrica: ele converte outras formas de energia (geralmente, mecânica) em eletricidade por meio da queima de combustíveis.

Os geradores podem trabalhar com a queima de:

  • óleo diesel
  • gasolina
  • gás natural
  • biogás

 

O conceito do grupo gerador é baseado no princípio de que o motor a combustão trabalha continuamente que ligado a um alternador seja capaz de converter a energia mecânica em energia elétrica.

O alternador gera energia através do princípio da indução magnética. A transformação de energia nos geradores fundamenta-se no princípio físico conhecido como Lei de Lenz. Segundo ela:

“Quando existe indução magnética, a direção da força eletromotriz induzida é tal, que o campo magnético dela resultante tende a parar o movimento que produz a força eletromotriz”.

 

 

Quais os tipos de regimes de operação de um gerador?

 

Stand-by

É utilizado o regime de trabalho Stand-by em locais onde o grupo gerador substitui a energia da concessionária ou a fonte de energia principal. Esse sistema é normalmente empregado em aplicações de emergência — em que o grupo gerador é o reserva ou backup da fonte de energia principal. Nesse regime de trabalho, o gerador funciona por um período de tempo máximo de 200 horas/ano.

Prime

O equipamento é dimensionado para alimentar cargas variáveis durante o tempo necessário, sem limite de horas de utilização. O regime de trabalho Prime permite que o grupo gerador trabalhe em paralelo com a concessionária, mas, nesse caso, a carga média não deve exceder o máximo de 70%.

Contínuo

O regime de trabalho Contínuo é para sistemas em que o gerador de energia é sua fonte de energia principal, ou seja, não possui outra fonte de energia, como a concessionária.

 

Quando devemos usar um Grupo Gerador?

 

Devemos considerar alguns fatores para ponderarmos sobre se devemos comprar ou locar um grupo gerador.

- Se a operação pode parar sem prejuízos? (exemplos processos administrativos e vendas)

- Se existem riscos a vida na falta de energia elétrica? (exemplos uso em UTI e Centros Cirúrgicos dos Hospitais.)

- Quais os custos de produção de parada pelo fornecimento de energia? (exemplos Industrias diversas)

- Economia de Energia Elétrica? (Operação em horário de ponta conforme a companhia elétrica.)

- Locais sem acesso da rede elétrica? (exemplos Canteiros de obra, trabalhos em rodovias, etc.

 

 

Deixe seu comentário!
(41) 99883-0142